Powered by Rock Convert

Você já leu com atenção a tabela de valor nutricional dos produtos que compra? Sabe como interpretar os dados e escolher itens mais saudáveis para a sua alimentação?

São tantos dados, números e porcentagens que muita gente não consegue entender o que tudo aquilo representa. Com a rotina agitada, muitas vezes, damos uma olhada rápida somente para se certificar de que o produto não está próximo ao vencimento, não é mesmo?

Mas, neste post, vou te ajudar a entender o quadro nutricional que consta nos rótulos dos itens que você consome. Continue a leitura e descubra como ter mais qualidade na sua alimentação!

Quais dados estão descritos na tabela de valor nutricional?

É obrigatório que nos rótulos dos produtos alimentícios constem as informações nutricionais completas para que o consumidor esteja ciente de sua composição. Os valores são referentes às porções indicadas: em uma embalagem de pão de forma, o quadro nutricional pode ser referente a duas fatias, por exemplo.

Veja a seguir os principais dados.

%VD (Valor Diário)

É a necessidade diária de consumo do nutriente em relação a uma dieta média de 2.000 kcal (média diária recomendada para um adulto saudável).

Valor energético 

São as nossas conhecidas calorias ou a energia que nosso corpo produz a partir do consumo dos carboidratos, gorduras ou proteínas daquela porção de alimento. O valor aparece na forma de quilocalorias (kcal) e/ou quilojoules (kJ). Para não haver confusão, saiba que 1 kcal corresponde a 4,2 kJ.

Carboidratos 

São as fontes de energia do nosso organismo, no entanto, parte dessa energia não utilizada é transformada em gordura pelo nosso corpo. Por isso, cuidado com os excessos, principalmente em pães, doces, farinhas e massas.

Proteínas 

São nutrientes que garantem o bom funcionamento do nosso corpo, ajudando na manutenção dos músculos, órgãos, tecidos e células. São encontrados em ovos, carnes, leguminosas e produtos lácteos.

Gorduras totais 

Com alto valor energético, sua função é auxiliar na absorção das vitaminas A, D, E e K. Apesar disso, é necessário atenção com o consumo, pois provocam aumento de peso.

As gorduras totais são a soma das gorduras animais e vegetais do alimento, o que inclui as poli-insaturadas, monoinsaturadas, saturadas e trans. 

Gorduras saturadas 

São as gorduras que aparecem em produtos de origem animal, como carnes, queijos, leite integral e manteiga. É necessário moderação no consumo, pois contribuem para o aumento do risco de doenças cardiovasculares.

Gorduras trans 

É a gordura mais nociva à saúde, por isso deve ser evitada. Aparece em itens industrializados que têm gordura hidrogenada em sua composição, como salgadinhos, bolachas e margarinas.

Fibra alimentar 

São nutrientes importantes para a saúde do organismo, pois controlam as taxas de glicemia e de colesterol, e também ajudam o intestino a funcionar melhor. Além disso, nos dão a sensação de saciedade. São encontradas principalmente em alimentos integrais.

Sódio 

O sódio ajuda na regulação hídrica do organismo, porém seu excesso aumenta a pressão arterial e provoca a retenção de líquidos. Está presente na maioria dos produtos industrializados, mesmo naqueles com sabor doce, por isso, muita atenção.

Como interpretar essas informações?

Agora você já sabe qual o significado das principais informações da tabela nutricional, mas, na correria do dia a dia, como interpretar e não comprar um produto que possa prejudicar a sua dieta?

Saiba que a lista descreve os ingredientes na ordem decrescente, ou seja, do nutriente em maior quantidade para aquele de menor porção. Assim, cuidado caso o primeiro item indicado seja, por exemplo, os carboidratos.

Quais itens merecem atenção?

Se você quer adotar uma alimentação saudável, é preciso priorizar os itens que tenham fibras alimentares em sua composição e não apenas considerar o valor calórico. Além disso, é necessário evitar produtos com gorduras trans, sódio ou carboidrato em excesso.

Com um pouquinho de paciência, você vai conseguir entender a composição dos itens que compra no supermercado. É só ler a tabela de valor nutricional nos rótulos dos produtos e consumir somente aqueles que priorizam ingredientes que fazem bem para a nossa saúde.

E aí? Gostou das dicas que eu trouxe para você? Receba outros posts sobre saúde e estética, assinando a newsletter!

Share This

Share This

Share this post with your friends!