Powered by Rock Convert

Sei que é difícil manter o autocuidado com tantas atividades cotidianas. Praticar atividades físicas e melhorar a alimentação são hábitos fundamentais para o bem-estar, mas a estética também é importante, principalmente para a autoestima.

Você sabia que é ideal manter cuidados diários com a pele? Muitas pessoas acreditam que a genética é o único fator determinante nesse sentido. Contudo, existem algumas boas práticas que ajudam a melhorar o aspecto, principalmente facial.

Continue a leitura e confira as dicas que preparei para você realizar o cuidado diário da pele!

Considerações gerais para os cuidados diários com a pele

Antes de tudo, é importante ressaltar que a pele sofre influência de vários fatores, sejam eles biológicos — ou seja, da própria pessoa —, sejam eles ambientais — como a estação do ano em que se encontra. Além disso, cada indivíduo tem um tipo de pele, sendo importante identificá-lo antes de qualquer medida.

De maneira geral, o passo a passo para o cuidado consiste em:

  • limpeza, com a remoção de sujidades;
  • tonificação, por meio da refrescância e da restauração do pH;
  • hidratação, nutrindo e recompondo a pele.

Seguindo essa ordem, é possível perceber que os produtos utilizados variam da consistência mais fina para a mais espessa. Além disso, os efeitos podem não ser imediatos. Então, mantenha a calma e aguarde algumas semanas para que os resultados sejam nítidos.

Com essas observações em mente, veja, a seguir, quais são os melhores cuidados de acordo com o tipo de pele!

Pele seca

A pele seca apresenta, como principal característica, a baixa produção de lubrificação pelas glândulas sebáceas. Dessa forma, as principais manifestações são regiões esbranquiçadas, com textura escamosa, podendo chegar ao ponto de surgirem feridas e rachaduras.

Nesses casos, dentre os 3 passos comentados acima, o que mais precisa de atenção é a hidratação do local. Isso proporciona o fortalecimento da barreira de proteção da pele e deve ser associado a cremes faciais prebióticos. 

Vale ressaltar algumas situações que devem ser evitadas, como: lavagem com água quente, atrito na região (toalhas, por exemplo), baixa hidratação, dentre outros.

Pele oleosa 

Em oposição à pele seca, a pele oleosa apresenta glândulas sebáceas atuando além do habitual. Sendo assim, é perceptível uma pele com brilho excessivo, bem como poros dilatados que aumentam a predisposição para espinhas e cravos.

O cuidado para a diminuição da oleosidade é a lavagem com água fria 2 vezes ao dia. Podem ser utilizados um gel de limpeza e uma loção tônica, preferencialmente sem álcool na composição. Complementando, evite a exposição solar e opte por protetores que não tenham óleo entre os componentes.

É importante ressaltar que nem sempre é possível polarizar os tipos de pele. Nos casos de aspecto misto, ou seja, uma pele tanto seca quanto oleosa, os cuidados de limpeza, de tonificação e de hidratação devem ser mantidos.

Por fim, conforme já dito, a estação do ano tem grande impacto no aspecto da pele. No inverno, por exemplo, com o clima frio, o ar seco e as rajadas de vento, é essencial fazer a hidratação da pele com um produto mais espesso, podendo ser acrescentada uma camada de óleo orgânico antes da aplicação do hidratante. Ressalto também que o filtro solar é indispensável, mesmo nas ocasiões mais frias do ano.

Gostou das minhas dicas sobre os cuidados diários com a pele? Então, não deixe de me seguir nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades! Estou no Facebook e no Instagram!

Share This

Share This

Share this post with your friends!