Powered by Rock Convert

Não há dúvidas de que as estrias são lesões formadas na pele que incomodam muitas pessoas, não é mesmo? Embora não sejam cicatrizes nocivas, muitas mulheres desejam eliminá-las devido ao desconforto estético que elas costumam causar no dia a dia. Mas, afinal, como tratar estrias?

Para ajudá-lo a combater as malfadadas estrias, selecionei os melhores tratamentos disponíveis no mercado. Continue a leitura e descubra quais são eles!

O que são estrias?

As estrias são cicatrizes que se formam quando as fibras elásticas e o colágeno da pele são destruídos, causando o estiramento.

Essas linhas se formam por conta da diminuição da espessura da derme e da epiderme, o que pode provocar coceira e ardência, principalmente no abdômen, nas coxas, nas nádegas, nos ombros e nas mamas, locais em que costumam aparecer com mais frequência.

Por que as estrias surgem?

A pele humana apresenta propriedades elásticas suscetíveis ao esticamento e ao encolhimento de acordo com o crescimento de cada pessoa.

Contudo, essa flexibilidade tem limite, fazendo com que uma exagerada e rápida distensão na pele provoque lesões, conhecidas como estrias.

Portanto, pode-se dizer que elas são o resultado do esgarçamento contínuo e progressivo da derme. Ao serem muito esticadas, as fibras elásticas sofrem lesões que provocam essas cicatrizes.

As causas mais comuns do aparecimento das estrias são:

  • ganho rápido de peso;
  • ganho rápido de massa muscular;
  • gestação;
  • estirão na puberdade.

Além desses fatores, há também outras condições que provocam as estrias, tais quais a genética e o uso contínuo de alguns medicamentos (corticoide e prednisona, por exemplo).

Como tratar estrias?

Entre os tratamentos mais eficientes para as estrias, merecem destaque os que vamos mencionar a seguir. Confira!

Uso de ácido retinoico ou tretinoína

Se for utilizado assim que surgem as primeiras estrias, o tratamento pode ajudar a aliviá-las. O ácido retinoico tem o poder de reconstruir o colágeno da pele, deixando as estrias menos aparentes.

O tratamento não é eficaz para as estrias mais antigas (esbranquiçadas), sendo contraindicado na gestação e nos períodos em que a pessoa se expõe ao sol.

Peeling

O peeling age de maneira semelhante ao ácido retinoico, porém de modo mais intenso. O tratamento é recomendado tanto para as estrias novas quanto para as mais antigas.

Microdermoabrasão

Esse procedimento envolve a utilização de cristais, cujo objetivo é provocar o lixamento da pele, com posterior remoção das células descamadas.

Além disso, a microdermoabrasão remove delicadamente a camada superior da pele, o que resulta em um crescimento de células novas e mais elásticas. É um excelente tratamento para estrias mais antigas.

Uso de laser

Já o laser tem a finalidade de estimular o crescimento de colágeno e elastina na pele e costuma ser mais eficaz no tratamento de estrias mais novas (avermelhadas), podendo, ainda, apresentar algum efeito em estrias mais velhas.

Nos dias de hoje, o procedimento feito à base de laser tem sido bastante usado pelos dermatologistas. Isso acontece devido ao fato de ser muito eficaz no combate às estrias.

Ao longo do post, foi possível aprender mais sobre como tratar estrias, assim como os motivos que causam o seu aparecimento. Portanto, se você tem interesse em combater esse mal, procure clínicas estéticas que ofereçam qualidade e segurança nos tratamentos, como a Corpo SA, localizada em Juiz de Fora, MG.

Entre em contato com a Corpo SA e conheça os melhores tratamentos estéticos do mercado. Espero você!

Share This

Share This

Share this post with your friends!